Category

Turismo de Incentivo

Passaporte-Brasileiro

Polícia Federal suspende emissão de passaporte por tempo indeterminado

| Turismo de Incentivo, Viagem, Viagens de Incentivo

A Polícia Federal suspendeu a emissão de novos passaportes no país por tempo indeterminado sob a justificativa de falta de recursos.

A medida foi anunciada na noite desta terça (27), às vésperas das férias escolares, e em meio à relação tensa do governo Michel Temer (PMDB) com a instituição.

Segundo a PF, usuários atendidos nos postos até esta terça receberão seus passaportes normalmente.

O agendamento on-line do serviço e os atendimentos nos postos da PF continuarão funcionando nesta quarta-feira (28), segundo a instituição, mas não haverá prazo para emissão do documento.

“Não há previsão para entrega do passaporte solicitado enquanto não for normalizada a situação orçamentária”, disse a Polícia Federal.

Segundo a instituição, os gastos com esse tipo de serviço chegaram ao limite previsto na lei orçamentária.

“A medida decorre da insuficiência do orçamento destinado às atividades de controle migratório e emissão de documentos de viagem”, informou a PF em nota.

Ela disse que “acompanha atentamente a situação junto ao governo federal para restabelecimento completo do serviço”, mas não deu prazo para resolver a situação.

O órgão não deu detalhes do orçamento nem do motivo de eventuais negociações para a elevação da verba antes do estouro do limite.

O presidente da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal, Carlos Eduardo Sobral, responsabilizou o governo Temer.

“Sem a previsão orçamentária, fica difícil a renovação de contratos e convênios. Foi o que ocorreu nesse caso. O contrato acaba e não há dinheiro para renovar. Não foi possível fazer contrato com a Casa da Moeda”, afirmou.

Em 2016, a emissão de passaportes foi prejudicada por uma série de questões, desde a falta de matéria-prima para confecção da capa até a falha em uma máquina que faz a perfuração do documento.

O passaporte comum padrão ICAO (cor azul) tem uma taxa de confecção de R$ 257,25. O prazo normal de entrega é de seis dias úteis, mas a PF sempre alerta que somente cada posto escolhido para dar entrada no documento pode dar uma previsão exata da data. Um ano atrás, problemas elevaram a espera para até 45 dias.

A validade dos passaportes é de até dez anos. Após esse prazo, é necessário solicitar novo passaporte (não há renovação do documento).

Nos últimos anos, a PF já vinha fazendo pressão por mais recursos e reclamando de redução de servidores. A Fenapef (Federação Nacional dos Policiais Federais) diz que, em seis meses, triplicou a quantidade de aposentadorias.

Na segunda-feira (26), a instituição apresentou relatório no qual afirma que Temer atuou para embaraçar investigações da Lava Jato.

O ministro da Justiça de Temer, Torquato Jardim, disse a sindicalistas na semana passada que fazem parte de seus planos promover mudanças na cúpula do órgão e colocar em outra instituição funcionários que cuidam de funções como emissão de passaportes e controle de estrangeiros.

Fonte: Folha, Globo e Estadão

febre amarela

Surto da Febre Amarela alertamos nossos parceiros e clientes

| Turismo de Incentivo, Viagem, Viagens de Incentivo

Vai viajar para Bolívia, Colômbia, Equador, Paraguai, Venezuela ou outro destino na América do Sul? Fique atento!

A Duo Turismo informa que diversos países, sem aviso prévio, estão exigindo certificados da vacina contra a Febre Amarela.

Com o surto da Febre Amarela alertamos nossos parceiros e clientes, com viagem marcada para o exterior que se antecipem a obrigatoriedade da vacinação.

Por recomendação da OMS, Organização Mundial da Saúde, viajantes devem apresentar o certificado internacional de vacinação com antecedência de 10 dias à saída do seu vôo.

Nestes países: Bolívia, Colômbia, Equador, Paraguai, Venezuela já é obrigatória a vacina e então antecipe-se e vacine-se.

Outros países no exterior emitiram informações sobre a doença e mais informações podem ser obtidas no site da Anvisa e no Consulado do país de destino.

Novas regras para cobrança de bagagem

| Blog, Estratégia, Turismo de Incentivo, Viagem

Desde que a Anac anunciou a liberação dessa prática e de outras regras novas, diminuindo a exigência mínima de franquia de 5 para 10 kg, a Gol foi a primeira empresa a se pronunciar. A empresa passará a cobrar mais para quem pagar no check-in o despacho de suas bagagens.

Comunicado Gol

A empresa aérea, emitiu um comunicado que, a partir do dia 14 de março, clientes que não forem despachar bagagens comprarão passagens mais baratas.

Ao mesmo tempo, aqueles que quiserem despachar no momento do check-in deverão pagar uma franquia. Esta será cobrada por unidade, seguindo dimensões e peso pré-estipulados.

Os valores da unidade ainda serão definidos. Mas sabe-se que eles irão crescer de acordo com quantidade de malas, sendo a primeira mais barata que a segunda e, sucessivamente.

O serviço de franquia de bagagens poderá ser adquirido em todos os canais de atendimento da empresa.

Clientes Smiles das categorias mais altas e clientes Gol Premium terão condições diferenciadas, assegura a Gol.  Aqueles que optarem por outras classes de tarifas que já incluirão a bagagem também estão garantidos.

A empresa ressalta em nota que a medida que permite a franquia de bagagens aproximará o país dos padrões adotados na aviação mundial.

Outras companhias

Este comunicado da Gol, provavelmente se estenderá para todas as companhias que poderão cobrar pelo despacho de qualquer bagagem, independentemente do peso.

Hoje os passageiros podem despachar de graça uma mala de até 23 kg. Nos vôos nacionais, e duas malas de 32 kg, nos internacionais.

O Senado vetou a medida que valeria para qualquer passagem comprada a partir de 14 de março de 2017.  Agora, a situação ficou indefinida porque ainda está em tramitação no Congresso.

A ANAC também alterou as regras para a bagagem de mão. Atualmente, o limite máximo permitido por passageiro é de uma mala de 5 kg. Para compensar a cobrança da bagagem despachada, a agência aumentou o limite para 10 kg. As companhias aéreas, no entanto, poderão definir as dimensões máximas de cada mala. Confira o infográfico do site melhores destinos.

As companhias aéreas Latam, Avianca e Azul ainda não divulgaram como pretendem se adequar às novas regras da ANAC para a cobrança de bagagem despachada.

 

Aviso sobre a febre amarela

Panamá volta exigir vacina contra a febre amarela

| Turismo de Incentivo, Viagem, Viagens de Incentivo

Com o surto da doença no Brasil, a vacina contra febre amarela para viagem ao Panamá voltar a ser exigida.

Viajantes procedentes do Brasil terão que apresentar o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP) com registro da dose contra a febre amarela, aplicada pelo menos dez dias antes da viagem, para entrar no Panamá. Na semana passada, o governo da Nicarágua também anunciou que passará a exigir a apresentação do certificado.

De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), não será exigido o CIVP para casos de conexão e escala no Panamá – quando o viajante permanecer no aeroporto. A Nicarágua, entretanto, não informou se vai cobrar o certificado em escalas e conexões.

Veja o texto do governo do Panamá na integra:

textoIntegra

 

 

Segue nossa tradução:

Vigilância intensificada por surto de febre amarela no Brasil

O ministério da saúdo do Brasil notificou da existência de um surto de febre amarela nos estados de Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia e São Paulo com 421 casos em investigação, incluídos 87 falecimentos. Por causa disso, a Organização Mundial da Saúde, fez uma recomendação para os Estado Membro para fortalecer o controle de vacinação de passageiros provenientes do Brasil com a finalidade de minimizar o risco da introdução da doença no país.

Por tudo mencionado anteriormente e de acordo com a Resolução 837 de 11 de julho de 2016 informamos:

  1. A partir de segunda feira, seis de fevereiro, a todos os viajantes provenientes do Brasil será solicitada carteira de vacinação com imunidade a febre amarela com a vacina tomada com pelo menos 10 dias antes de ingressar ao país.
  2. Todo panamenho ou residente do país que deseje viajar ao Brasil deve tomar a vacina contra a febre amarela com pelo menos 10 dias antes de iniciar sua viagem.

 

Para que não tenha problemas com sua viagem, chequem as exigências antes de viajar.

 

 

Viagem de Incentivo Nova York

Viagem Big Show NRF em Nova York

| Estratégia, Motivação de Equipes, Turismo de Incentivo, Viagens de Incentivo

Com certeza você já ouviu falar da NRF, do Big Show ou de alguém que foi para uma feira de Varejo em Nova York.

A NRF ocorreu de 15 a 17/01 em Nova York, com três dias de conteúdo, palestras simultâneas, networking em todas as atividades e atualização de tendências, tecnologias e soluções como Expo Hall na área de exposições.

A National Retail Federation é uma organização que reúne e atualiza os varejistas do mundo todo, defendendo seus interesses em prol do melhor funcionamento e do crescimento do varejo. E não existe um melhor mercado a ser explorado como do varejo americano.

viagem-_new_york

Viagem de Incentivo Big Show NRF em Nova York

O evento é frequentado por lojistas, empresários e pessoas do mundo todo, que têm interesse em se atualizar sobre varejo. O número de brasileiros que participa do Big Show NRF todos os anos é incrível. Só em 2016 foram mais de 1700 na feira e nas palestras que contam com tradução simultânea.

Se você tem interesse em conhecer um pouco mais sobre o assunto, o site nrf.com é interativo e cheio de conteúdo sobre o tema.

A DUO Turismo foi contratada para organizar a visita e mostrar um pouco mais de Nova York para seus clientes.

 

Viagens de Incentivo Crescem como Estratégia para Motivação de Equipes

Viagens de Incentivo Crescem como Estratégia para Motivação de Equipes

| Estratégia, Motivação de Equipes, Turismo de Incentivo, Viagem, Viagens de Incentivo

Mesmo em tempos de retração econômica, as viagens de incentivo foi uma das estratégias que mais tem crescido nos últimos anos.

Optar por uma agência especializada deve-se à além de oferecer o serviço, também conseguir relacionar o produto à expertise e alvo de atuação da empresa.

Apesar de muitas empresas que ainda desconhecem a diferença entre um pacote tradicional e o de incentivo, isso vem acabando e sendo usado cada vez mais como ferramenta de motivação.

As viagens de incentivo, que surgiram como tábua de salvação durante crises passadas, devem voltar com força neste ano, diante da retração econômica. Vale tudo para motivar funcionários em busca de aumento nas vendas e a expectativa de agências especializadas é que o número de clientes suba. (Os dados são da DCI – Diário Comercio e Industria e Serviços – www.dci.com.br )

As Viagens de Incentivo além de ficar mais tempo na memória dos colaboradores, diminuir o estresse, aumento de produtividade, cria maior comunicação entre a equipe e desenvolver a autoconfiança.
Por isso cada vez mais as empresas de todos os segmentos estão usando esta estratégia.
Você tem alguma dúvida sobre viagem de incentivo? Entre em contato com a DUO Turismo, faremos de tudo para ajudá-lo.

Veja as melhores viagens de incentivo da DUO Turismo

Qual a viagem de incentivo ideal para sua empresa?

Qual a viagem de incentivo ideal para sua empresa?

| Turismo de Incentivo, Viagem

Viagem de incentivo não pode ser uma experiência comum, onde ele poderia adquirir em qualquer lugar ou mesmo fazer com sua família de férias. A Duo Turismo proporciona criatividade em uma viagem personalizada e surpreendente, que fará sua marca ser lembrada com admiração.

É fundamental a considerar o planejamento e a organização de uma viagem de incentivo deverão ser impecáveis, para que essa valiosa ferramenta de motivação seja efetiva. A experiência deverá ser excelente em todos os aspectos para que os resultados sejam os melhores possíveis. Por isso, é aconselhável contratar uma agência especializada com larga experiência no mercado de turismo de incentivo. Assim, você não corre o risco de transformar motivação em frustração.

A DUO Turismo pode criar roteiros personalizados, negociar as melhores condições com prestadores de serviços e cuidar de todos os detalhes para surpreender.

Qual efeito do turismo de incentivo dentro da organização?

Qual efeito do turismo de incentivo dentro da organização?

| Turismo de Incentivo, Viagem

Colaboradores contemplados: todo mundo gosta de ser reconhecido e elogiado. Com uma viagem de incentivo, o colaborador certamente vai se sentir prestigiado além de buscar sempre bons resultados.

Fidelidade à empresa: sendo reconhecidos por seus esforços, os colaboradores dificilmente irão querer sair de sua empresa, isso faz com que os melhores estejam com você, evitando a perda de talentos (turnover) e mantendo o bom desempenho de sua companhia no mercado.

Melhor ambiente de trabalho: o colaborador motivado tende a ter um melhor humor durante o período de trabalho, isso causa uma melhora significativa na relação interpessoal e torna o ambiente mais agradável.

Portanto, investir em viagens de incentivo faz com que os colaboradores sejam mais ativos, bem humorados e competitivos de uma forma saudável, isso melhora diretamente os seu ambiente, o capital humano da companhia e os resultados, isso é a meta de toda empresa.